Avatar

Dissertação do MIEIC sobre Caracterização de Pesquisas de Saúde em Motores de Pesquisa Generalistas

13 Junho 2011
Sem comentários

No passado dia 5 de Julho, Daniela Dias, estudante do Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação, defendeu com sucesso a dissertação intitulada “Caracterização de Pesquisas de Saúde em Motores de Pesquisa Generalistas”. Este trabalho foi desenvolvido em colaboração com o SAPO e incluiu a proposta de métodos de classificação de interrogações de saúde e a análise de um conjunto de interrogações de saúde submetidas ao serviço de pesquisa do SAPO.

Este estudo foi composto por duas grandes etapas. Inicialmente foi necessário identificar as interrogações de saúde existentes na colecção de interrogações submetidas ao serviço de pesquisa do SAPO. Para tal foi proposto um método automático e multilingue que associa as interrogações a conceitos e categorias médicas presentes no Unified Medical Language System (UMLS). A ligação ao UMLS é feita através do vocabulário Consumer Health Vocabulary (CHV) que foi traduzido para Português. A avaliação do método proposto foi feita em Inglês e Português e revelou uma distância ao ponto óptimo do espaço ROC de 0,38 no primeiro caso e uma distância de 0,46 no segundo caso. Esta primeira etapa resultou também na disponibilização à comunidade científica de uma primeira versão de um vocabulário de termos de saúde em Português com ligação ao UMLS.

Para a caracterização das pesquisas de saúde dos Portugueses foram analisadas as sessões de pesquisa da colecção inicial que contivessem pelo menos uma interrogação considerada “de saúde”. Concluiu-se que o comportamento destes utilizadores é independente da sua localização geográfica. As sessões de saúde são um pouco mais longas em tempo, com aproximadamente 10 minutos e em número de interrogações, 4,96, do que resultados de estudos similares. Os utilizadores Portugueses preferem construir interrogações com dois termos e modificar as suas interrogações pela troca de termos por novos ao invés de adicionar ou remover termos. Nas sessões com interrogações sobre saúde, 50% das restantes interrogações são sobre outros tópicos,  o que indica que os Portugueses que pesquisam sobre saúde, tipicamente as combinam com outros tópicos.

Parabéns à Daniela pelo óptimo trabalho!

A apresentação realizada foi gravada em vídeo e disponibilizada na plataforma Educast da FCCN. O vídeo integral pode ser encontrado em diversos formatos a partir desta página.

O texto integral da dissertação ficará disponível em breve no Repositório da Universidade do Porto.



Sem comentários