Avatar

Considerações para elaboração de uma candidatura ao SAPO Labs

29 Maio 2012
Sem comentários

[revisto em maio de 2013]

Apesar de pretendermos um processo descomplicado na submissão de projectos, escrever uma boa proposta é um processo de aprendizagem interactivo. Enquanto empresa que nasceu no seio universitário, o SAPO possui uma grande afinidade cultural e científica com a academia, o que potencia as oportunidades de realização de projectos conjuntos.

O labs.sapo, a par com a sua instituição de ensino, pretende ser encarado como parceiro de desenvolvimento e investigação. Não deverá encarar os labs.sapo como uma entidade destinada exclusivamente à obtenção de financiamento, mas sim como um parceiro potenciador do processo de I&D. Ao submeter o projecto, este tem que fazer sentido para o proponente, bem como enquadrar-se no âmbito de a actividade das empresas do grupo PT. Como tal, sugerimos que leia os artigos da área de recursos dos labs.sapo, e a introdução do regulamento.

Colaborar com o os labs.sapo é relativamente simples mas, como é compreensível, os recursos da empresa alocados à parceria com os Labs são finitos. Nesse sentido, no feedback à sua proposta, poderá não ver todos os seus pedidos atendidos na totalidade. A aceitação dos requisitos do projecto dependerá da quantidade de projetos submetidos e aceites; da classificação do seu projecto face aos restantes projectos propostos; da adequação dos objectivos do seu projecto com aquilo que são os objectivos e estratégia do SAPO e do grupo PT; e da compatibilidade das necessidades de financiamento do seu projecto com os níveis de financiamento envolvidos na parceria SAPO Labs. Caso o seu projecto seja aprovado mas com alguma restrição face aos requisitos propostos, fica ao seu critério tomar uma decisão relativamente de arranque do projecto com os recursos entretanto aprovados pelos labs.sapo.

Uma boa estratégia para aumentar as probabilidades de o seu projecto de Investigação e Desenvolvimento (I&D) ser suportado pelos labs.sapo consiste em conseguir uma estruturação lógica e eficiente das tarefas e dos objectivos do projecto. As bolsas labs.sapo são financiados em períodos de 6/12 meses, sendo a sua eventual renovação avaliada ao fim desse período. Tipicamente, um projecto de I&D desenrola-se por um período bem superior aos 6/12 meses, podendo envolver o esforço de mais do que um bolseiro. Por isso, adaptar uma linha de I&D ao período de bolsa labs.sapo (que poderão ser aprovadas sequencialmente), é a chave para manter uma colaboração sustentada e longa o suficiente para se alcançarem todos os objectivos.

O nosso conselho para optimizar as hipótese de apoio ao seu projecto consiste em realizar a sua decomposição em grupos de tarefas de seis meses, às quais poderão ser atribuídas bolsas. É muito importante que ao fim de cada período de seis meses, cada uma das tarefas em causa (ou o seu conjunto) tenha produzido, como resultado do processo de investigação um deliverable mensurável, que possa ser apontado como um resultado palpável do trabalho, juntamente com uma eventual publicação científica que descreva o trabalho efectuado e conclusões retiradas. O que nós entendemos por deliverable é bastante aberto: poderá ser uma módulo de software, poderá ser um recurso sob a forma de uma base de dados especializada, poderá ser um protótipo de uma aplicação, poderá ser um estudo gráfico, poderá ser um vídeo, e isto entre muitas outras possibilidades que dependem da área de I&D em questão.

Não se espera que este deliverable seja um produto final acabado, até porque em muitos casos a actividade de investigação não produz imediatamente uma aplicação. Contudo, o que é fundamental é que as tarefas produzam algo que possa ser objectivamente usado como base para a continuação do trabalho. O fruto de um determinado período de bolsa deverá contribuir para o enriquecimento de um ou mais projectos labs.sapo, e idealmente, poderá ter até integração com algum projecto SAPO em produção.

Sabemos que nem sempre é fácil decompor projectos de I&D profundos em tarefas que produzam um deliverable em tão pouco tempo, mas acreditamos que esta é a melhor forma de manter uma actividade de I&D sustentável e com impacto concreto na comunidade. Adicionalmente, consideramos que esta forma de trabalho preparará os bolseiros para que tenham uma visão estruturada do seu trabalho e do seu contributo para o projecto. Estamos comprometidos com esta visão e estamos disponíveis para ajudar a encontrar o particionamento que, do ponto de vista da lógica labs.sapo, mais se adequa ao seu projecto.

Tipicamente, as propostas que não exijam financiamento do lado do labs.sapo tem sempre uma grande probabilidade de serem aceites. Olhando para os recursos dos labs.sapo, poderá verificar que há imensa matéria prima (datasets, serviços, etc.) muito interessante e valiosa que poderá ser utilizada em projectos da sua área de afinidade. Não proponha somente projetos que exijam financiamento de bolsas de investigação, proponha projectos complementares cujo o envolvimento dos recursos do labs.sapo possa ser uma mais valia para ambas as partes. Na sua grande maioria, os projectos que actualmente tem um financiamento forte e sustentado nos labs.sapo começaram como projectos não financiados.

Se a sua proposta não for aprovada, não desista de boas ideias – a persistência é a regra do jogo. Estaremos sempre abertos a partilhar a nossa experiência e  continuar a discutir as suas ideias para que estas tenham mais condições de ser aprovadas no futuro.

Poderá ainda entrar em contacto por email e esclarecer quaisquer dúvidas para as quais o regulamento seja omisso.

Desafios e áreas de investigação privilegiadas

Existem atualmente no SAPO diversos projectos que possuem  desafios tecnológicos com os quais as nossas equipas se deparam. Alguns, não possuem ainda uma solução totalmente satisfatória e, como tal, poderão ser alvo de um projecto sapo/academia. Estes desafios pretendem somente fornecer pistas ao investigador que desconheça as áreas de atuação do SAPO e permitir-lhe aferir a possibilidade de um melhor enquadramento face à área de estudo académica. Antes de submeter a sua candidatura, analise alguns desdes problemas e entre em contato com os responsáveis do laboratório. Estamos recetivos a conversar para melhor enquadrar aquilo que poderão ser as valências do Investigador na nossa realidade.

  1. SAPO Comentários
    1. Estudo comportamental de utilizadores. i.e. grafo de navegação dos utilizadores em noticias da rede SAPO; grafo de utilizadores que comentam conteúdo na rede SAPO e relação entre comentadores.
    2. Identificação de comentários impróprios em artigos e notícias SAPO. Classificação de falsos positivos de uma forma fidedigna.
  2. SAPO Fama
    1. Reconhecimento facial de celebridades – Comparar uma foto pessoal com uma BD de celebridades e encontrar rostos próximos.
  3. SAPO Fotos
    1. Quais os monumentos mais fotografados em Portugal pelos utilizadores? Como efetuar uma pesquisa que devolvam todas as imagens de um monumento ou local, sem recorrer exclusivamente a metadata?
    2. Motores de recomendação para media, com baixo índice de metadata associada
    3. Deteção de conteúdo impróprio de imagem em tempo real e em pós-análise
    4. Pesquisa de imagens com imagens
    5. Pesquisa de imagens com determinados parâmetros cromáticos.
  4. SAPO Internacional
    1. Ferramentas para tradução automática de Tetum
  5. SAPO Mapas
    1. Pesquisa GEO – Desambiguação de queries de informação geo-referênciada
    2. Algoritmo que permita melhorar  queries elaborados em linguagem natural. i.e. “quantas pessoas nasceram em lisboa durante Janeiro 2012?” “onde comer o melhor marisco em portimão?”.
    3. Criação de roteiros turísticos com base nas informações existentes nos diversos projetos do SAPO (mapas, videos, fotos, blog, etc.)
    4. Geometric Clustering – Elaboração de clustering de POIs e visualização em ferramentas tipo SAPO Mapas.
  6. SAPO Mobile
    1. Reconhecimento de comandos de voz com análise semântica da frase.
    2. Monitorização de idosos
    3. Tracking de idosos
    4. Apontar a câmara do telemóvel para um cartaz de cinema, identificar a informação e obter informações sobre esse filme utilizando as APIs do SAPO Cinema
  7. SAPO Notícias
    1. Análise da mobilidade de pessoas com cargos públicos – Com base nas notícias publicadas pelos meios de comunicação social, está a ser elaborado um  repositório de informação de larga escala, exposta através da API do Verbetes.
    2. Análise de Notícias internacionais – Como seguir um grande evento mediatico internacional com base nas noticias que estão a ser publicadas e com base nas reacções da comunidade através de ferramentas sociais (twitter, facebook, outra).
    3. Análise global de noticias e aferição de dimensões suplementares que podem caracterizar a notícia (positiva, negativa, tipo de tema – politica, desporto, etc.).
    4. Como identificar um headline numa capa de jornal e encontrar todas as notícias relacionadas produzidas pelos meios de comunicação social que falem do mesmo assunto.
    5. Quais os temas importantes num texto + palavras chave?
    6. Mecanismos de OCR fiáveis de análise de capas de revistas e jornais
  8. SAPO Operações
    1. Análise preditiva – Detectar eminência de avarias ou existência de alterações ao comportamento normal dos sistemas usando informação de Logs, Operações de CPU, Histórico do comportamento da plataforma.
  9. SAPO Pesquisa
    1. Análise de documentos e comparação de chaves próximas – X ~ Y => f(X)~f(Y). Semelhanças e definição de distância entre documentos (páginas).
    2. Click Link Analysis – Organização e utilização de informação estatística sobre todo o conteúdo clicável produzido pelo SAPO. Posterior utilização e organização de informação para utilização na pesquisa e nas plataformas de recomendação.
    3. Durante o crawling de páginas web, muitas páginas possuem informação redundante devido a conteúdo similar, com excepção de pequenas diferenças. Que algoritmos podem ser utilizados na optimização deste problema?
  10. SAPO Segurança
    1. Nas ferramentas de análise de vulnerabilidades em sistemas, é gerado um grande volume de alertas com falsos positivos. pretende-se melhorar a eficiência deste tipo de mecanismos.
    2. Melhoria de processos de gestão de auditorias de segurança – Definição de requisitos, arquitectura e especificação de uma ferramenta de retesting automática.
    3. SAPO Mail – Como adpatar os paradigmas de white / black listing dos sistemas de controle de Spam orientados a IPv4 para IPv6?
    4. Site de segurança – Site de segurança para pessoal não técnico, com bons exemplos, que seja um site de referência em portugal. Dirigido a todo o tipo de pessoas. (Actualmente ou são muito especializados ou muito básicos, falta o público intermédio).
    5. SAPO Login – Investigação de métodos que permitam  o combate a pishing nos processos de autenticação – similar ao yahoo! seal.
    6. SAPO Login – métodos de login alternativos utilizando conjunção de tecnicas tipo, two-factor, qr-codes, images, etc.
  11. SAPO Usabilidade
    1. Homepage do SAPO – 1M de utilizadores diários, como optimizar o flow de informação e interacção?
  12. SAPO Videos
    1. Extração de texto a partir de uma notícia ou conteúdo genérico em video.
    2. Motores de recomendação para media, com baixo índice de metadata associada
    3. Deteção de conteúdo impróprio de video em tempo real e em pós-análise
    4. Detecção de música em video, para utilização em metatag, direitos de autor, etc.)
  13. Music Box
    1. Speech recog./proc. – identificação de musica com base em trechos musicais submetidos (idêntico a serviço shazam).

Informação para o formulário de submissão

* Esta informação é somente para referência, a candidatura terá que ser submetida no site de projetos dos labs.sapo.

Nome do projecto – Deve ser conciso e sintético, compreensível para um leitor com formação científica geral e adequado para divulgação pública.

Abstract/Resumo – Resumo sucinto do que é o projeto, abordando os principais problemas científicos e tecnológicos a tratar e, quando relevante, deve incluir uma breve análise do estado da arte. Deverá ainda destacar os aspectos de inovação dos conceitos apresentados e os resultados expectáveis no âmbito desta proposta.

Trabalho desenvolvido – As propostas de projeto que tenham por base a continuidade de projetos que já possuam alguma maturidade, nomeadamente através de componentes já desenvolvidos em contexto letivo ou através de projetos desenvolvidos, ou em curso, com outras fontes de financiamento, são valorizados pelo labs.sapo. Neste cenário é relevante identificar as mais valias que o trabalho desenvolvido representa para esta proposta e o modo como se podem complementar. É igualmente relevante distinguir outros trabalhos de investigação desenvolvidos na área em que a proposta de enquadra.

Relação com outros projectos – Se este projeto se relacionar de alguma forma com outro projeto do universo PT ou outros projetos/produtos de outras empresas e instituições, deverão ser descritas de que forma ambos se aproximam e quais as mais valias resultantes para os envolvidos.

Descrição –  Deve ser redigida explicando em detalhe o que se pretende fazer no projeto, quais os objectivos a alcançar e as razões da sua importância. Pretende-se que descreva qual é o problema a ser investigado, quais são os desafios, quais as abordagens e as respectivas metodologias para alcançar os objectivos. Deve ainda mostrar que as metodologias propostas são adequadas para alcançar os objectivos. Neste ponto, deve abordar os aspectos tecnológicos mais relevantes do projeto e também os aspectos organizativos necessários para a sua execução.

Plano do projecto – Indique uma lista calendarizada de etapas e milestones que permitam aferir se os trabalhos do projeto estão a progredir face aos objectivos apontados na candidatura. Para cada etapa inclua uma designação (máx. 60 caracteres), uma data (mensal), e a descrição (máx. 300 caracteres) do que pode ser demonstrado ou reportado nessa data.

Recursos necessários – Aqui deve especificar quais são os recursos necessários do labs.sapo para a execução do projeto que está a propor. Nos recursos deve indicar todo o tipo de suporte que tenha que ser fornecido pelo labs.sapo, nomeadamente: acesso a infraestrutura tecnológica, equipamentos, recursos humanos e dados. Os recursos humanos devem ser expressos em bolsas de investigação, sendo necessário especificar quais as milestones (descritas no plano do projeto) que serão executadas pelo bolseiro. Deverá ainda especificar a duração prevista para as bolsas.

Resultados esperados – Após a conclusão do projeto quais os resultados esperados e de que forma estes constituem uma mais valia para as partes envolvidas. Se aplicável, poderá identificar potenciais modelos de negócio a explorar futuramente entre SAPO e a sua instituição.

 



Sem comentários