Avatar

POPSTAR: Análise de Sentimento e Opinião Pública

10 Outubro 2013
Sem comentários

O POPSTAR (Public Opinion and Sentiment Tracking, Analysis, and Research) é um projecto de investigação cujo objectivo é desenvolver ferramentas de recolha, medição e agregação de opiniões políticas e económicas veiculadas no Twitter, na blogosfera e nas notícias, assim como o de comparar os dados assim gerados com indicadores mais convencionais de opinião pública, nomeadamente os obtidos através de inquéritos por questionário (sondagens).

Financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia desde 2012 está a ser desenvolvido pelo Instituto de Ciências Sociais da ULisboa, INESC-ID, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e Núcleo de Investigação em Políticas Económicas da Universidade do Minho, e tem por base a plataforma POPmine desenvolvida pela FEUP e os SAPO Labs UP.

O projecto POPSTAR atraíu recentemente a atenção dos media com o lançamento do seu novo website: Público, TVI24.

Gráficos extraídos do website do projecto POPSTAR

Gráficos extraídos do website do projecto POPSTAR

Abaixo encontra-se mais informação sobre o site do POPSTAR e sobre dois projectos de investigação financiados pelo SAPO Labs decorrentes de suas extensões naturais.

No site do POPSTAR podem encontrar:

1. Tendências na opinião pública tal como captadas pelas Sondagens, seja em termos de intenções de voto nos principais partidos seja de avaliação da actuação dos principais líderes políticos. O método inovador que agrega os dados de diferentes fontes foi desenvolvido pelo Instituto de Ciências Sociais da Ulisboa e o Núcleo de Investigação em Políticas Económicas da Universidade do Minho. Os dados serão actualizados sempre que saia uma nova sondagem e os todos os seus resultados sejam conhecidos, na imprensa ou no depósito na ERC.

2. Tendências no Buzz sobre os principais líderes político-partidários, ou seja, na frequência (absoluta e relativa) com que são mencionados no Twitter, nas notícias online ou na blogosfera. Os dados vêm de uma plataforma denominada POPmine, desenvolvida pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e os SAPO Labs UP. Com estes dados, podemos acompanhar dia a dia a “notoriedade” dos líderes políticos, determinar que dias foram “picos” de cobertura para cada um deles e perceber em que medida vão sendo mais ou menos mencionados em comparação uns com os outros e em três suportes distintos. Esta informação é actualizada diariamente.

3. Tendências no Sentimento em relação aos principais líderes político-partidários no Twitter. Analisando a polaridade de cada tweet, ou seja, determinando se este expressa um sentimento positivo, negativo ou neutro em relação a cada um dos alvos, é possível construir indicadores globais que indicam tendências. Nesta fase, utilizamos dois indicadores possíveis: um rácio (transformado) de menções positivas sobre negativas e o cálculo do share de menções negativas. Para determinar a polaridade de cada tweet, utiliza-se oOpinionizer, uma ferramenta de análise de sentimento em mensagens do Twitter, fruto de trabalho de Investigação e Desenvolvimento do grupo DMIR do INESC- ID Lisboa. Esta informação é actualizada diariamente.

As ramificações de utilização da plataforma POPmine são variadas e profundas e é natural pensar em extensões a vários casos de uso relevantes. Nessa linha de trabalho, foram recentemente aprovados na Call de Financiamento de 2013 dos SAPO Labs dois novos projectos relacionados:

  • POPmine — onde se pretende melhorar a plataforma POPmine através da (i) implementação de classificadores de sentimento para os media sociais e texto noticioso, (ii) análise do grafo social para classificação da autoridade e influência dos utilizadores de redes sociais e por fim (iii) análise estatística das séries temporais obtidas a partir das tarefas anteriores; no fim deste projecto, deverá ser possível classificar o impacto de uma notícia na opinião pública expressa nos media sociais relativamente a uma dada entidade mencionada na notícia;
  • PoliticAnalytics — onde se pretende encontrar formas de agregar a frequência (buzz) e o sentimento das mensagens de forma a obter tendências relevantes para a previsão de sondagens.


Sem comentários