Playing Guide

21 Dezembro 2014
Sem Comentários
Museus são “instituições permanentes […] ao serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, aberta ao público e que adquire, conserva, investiga, difunde e expõe os testemunhos materiais do homem e do seu entorno, para educação e deleite da sociedade” (International Council of Museums, 2001). As razões para visitá-los são várias, desde visitas de estudos e objetivos científicos à mera curiosidade turística ou interesse pessoal. A quantidade de informação a ser transmitida a respeito de cada peça ou testemunho exposto também é imensa e variada, e muitas vezes o recurso a guias especializados é fundamental para se tirar o melhor proveito de uma visita a qualquer museu. Não pretendendo substituir o papel dos guias de museus, este projeto tem o objetivo de demonstrar a potencial utilidade dos jogos sérios na difusão do conhecimento e da história conservados pelos museus, assim como na promoção das suas visitas de forma colaborativa e divertida.

De fato, o conceito de jogos sérios associa o entretenimento a objetivos mais nobres, como a educação e assimilação de competências em diferentes dimensões. Enquanto a sua componente formativa, associada à assimilação comportamental, tem sido explorada de forma intensiva nos últimos anos, os jogos sérios são potencialmente úteis também à eliciação e à persuasão do comportamento. A eliciação comportamental é um instrumento essencial ao entendimento do processo decisório e à modelação de perfis comportamentais; os mecanismos de persuasão, por outro lado, pretendem influenciar mudanças de comportamento a longo prazo. Adicionalmente, o conceito de gamification explora a capacidade de envolvimento dos jogos numa perspectiva de fidelização e comprometimento do jogadores na realização de tarefas e cumprimento de objetivos.

O PlayGuide, portanto, é uma aplicação móvel que associa os conceitos de jogos sérios e gamification numa perspectiva multijogador, com dupla finalidade: i) promover e melhorar a experiência das pessoas que visitam os museus, de forma colaborativa e divertida; e ii) servir de plataforma para a construção de museus virtuais, através da recolha ordenada, criteriosa e participativa de informação multimídia, que alimentará o motor de geração de novos desafios para o jogo.

Responsável: Prof. Rosaldo Rossetti

Instituição: FEUP

Atividade deste projeto:

Sem Comentários


Deixar um comentário